O que fazemos

Objetivos

São objetivos da RENETO:

1. Fomentar o debate sobre o ensino de graduação e de pós-graduação de terapia ocupacional, no contexto das políticas de educação superior e de pós-graduação, coletando e divulgado informações sobre legislações, políticas e experiências educacionais em terapia ocupacional, buscando a qualificação dos cursos, dos docentes e dos pesquisadores da área;

2. Fomentar a pesquisa em terapia ocupacional, no contexto das políticas de desenvolvimento científico e tecnológico do país, coletando e divulgando legislações, políticas e experiências no âmbito científico e tecnológico em terapia ocupacional, buscando a excelência e o aprimoramento científico e tecnológico da profissão;

3. Promover o intercâmbio com entidades governamentais e não governamentais e com os profissionais e estudantes de terapia ocupacional e de áreas afins, do país e do exterior;

4. Promover o intercâmbio entre as instituições de ensino superior de terapia ocupacional do país e do exterior;

5. Promover o intercâmbio com as agências de fomento à pesquisa do país e do exterior, com vistas ao fortalecimento e à expansão da pesquisa em terapia ocupacional;

6. Promover a colaboração com outras entidades interessadas nos programas de ensino e de pesquisa em terapia ocupacional, podendo filiar-se a entidades internacionais que tenham objetivos conexos ou similares;

7. Celebrar convênios, acordos, contratos ou similares com entidades públicas ou privadas, nacionais ou não, para a realização de seus objetivos;

8. Promover atividades periódicas no âmbito do interesse dos seus associados.

Principais Atividades

A RENETO tem realizado:

• Organização de eventos próprios e participação em outros eventos que envolvem reflexões, debates e construção de posições ou consensos acerca de temas do campo do ensino e da pesquisa (formação de terapeutas ocupacionais/pesquisadores);

• Intercâmbio e colaboração com outras entidades / organizações, no sentido de promover a qualidade e a melhoria das condições de formação e atuação do terapeuta ocupacional;

• Interlocução com organismos oficiais que atuam sobre aspectos do ensino e da pesquisa em terapia ocupacional;

• Grupos de Trabalho – GTs – em torno de temas correlatos ao ensino, de graduação e de pós-graduação, e à pesquisa (ver coluna ao lado) em terapia ocupacional.